DECRETO nº 4/2021

Eu, Henrique T. Mourato, Confrade efectivo da Confraria Gastronómica dos Enchidos, investido na qualidade de Grão-mestre desta Confraria, em forma de homenagem póstuma, ao nosso Confrade Fundador Pedro Boléo, decreto a criação da Ordem Honorária com o seu nome “Ordem Honorífica Pedro Boléo” da Confraria Gastronómica dos Enchidos que funcionará da seguinte forma:

A Ordem honorífica Pedro Boléo da Confraria Gastronómica dos Enchidos tem como finalidade atribuir distinções de mérito, pelo Grão-mestre em nome da Confraria Gastronómica dos Enchidos, em vida ou a título póstumo, aos confrades e/ou aos cidadãos que se notabilizem por méritos pessoais, por feitos cívicos ou por serviços prestados ao País e/ou à Confraria Gastronómica dos Enchidos.
É o Grão-mestre que concede todos os graus e superintende na organização e disciplina, devidamente assistido pelo chanceler e pelos Membros do Grão-mestrado.

Graus

O Grão-Mestre é por inerência de Chefe de todas as Ordens Honoríficas da Confraria Gastronómica dos Enchidos. Os Grão-mestres, aquando do final do mandato, recebem ex officio (isto é sem necessidade de acto de agraciamento) o grau de Grande-Colar da Ordem Pedro Boléo.

A Ordem Honorífica Pedro Boléo da Confraria Gastronómica dos Enchidos tem duas categorias de membros:

  • Titulares;
  • Honorários.

São titulares os cidadãos agraciados com a Ordem, sendo honorários os cidadãos estrangeiros e as instituições e localidades nacionais ou estrangeiras condecoradas.

A Ordem Honorífica Pedro Boléo da Confraria Gastronómica dos Enchidos tem sete graus, em ordem decrescente de preeminência:

Grande-Colar (grau especial) só atribuído ao Grão-Mestre e ou antigos Grão-mestres
Grã-Cruz
Grande-Oficial
Comendador
Oficial
Cavaleiro/Dama
Medalha – só atribuído a outras Confrarias

Decretado e assinado por mim, em Lisboa, no décimo quinto dia do décimo mês do ano de dois mil e vinte um.

O Grão-Mestre

Henrique T. Mourato

 

 

Decreto aqui apresentado, em formato PDF